terça-feira, janeiro 01, 2013

Circuncisão, no coração ou na carne? (Parte 3)


AS DUAS CIRCUNCISÕES. DA CARNE E DO CORAÇÃO. QUAL A MELHOR?
 
A Torah não fala apenas da circuncisão do prepúcio do homem, mas apresenta também uma outra:

Dt 10:16 "Circuncidai, pois, o vosso coração e não mais endureçais a vossa cerviz."
 

No contexto, Moshê fala ao povo sobre o que HaShem queria deles: "Que temas ao Senhor, andes em todos os Seus caminhos e o ames e sirvas de todo o coração... para o teu bem." (Dt 10:12,13)
Isso mostra que a circuncisão não era o mais importante, não bastava ser circuncidado para ser salvo. Como já vimos, ela era o sinal, o "selo da justiça da fé de Avraham". De que adianta termos um "sinal de nascença" se não soubermos o seu significado, ou não colocarmos em prática aquilo que o sinal representa? Por isso, Moshê fala ao povo para "circuncidar o coração".
Quando a Brit Chadashah fala que o Eterno não faz acepção de pessoas (Rm 2:11) ou que não há judeu, nem grego (Gl 3:28) muitas pessoas erroneamente entendem que qualquer um, a seu modo, poderá ser salvo, e que não precisa disso ou daquilo para ser salvo.
Na verdade, esses textos nos mostram que não há acepção mesmo, pois todos serão igualmente julgados por seus pecados, tanto que o texto diz:
Rm 2:12-14 "Porque todos os que sem lei pecaram sem lei também perecerão; e todos os que sob a lei pecaram pela lei serão julgados. Porque os que ouvem a lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados. Porque, quando os gentios, que não têm lei, fazem naturalmente as coisas que são da lei, não tendo eles lei, para si mesmos são lei, os quais mostram a obra da lei escrita no seu coracao"
 
Parece claro que o texto fala da lei escrita no coração (circuncisão de coração) e que não basta ouvir da lei, mas praticar. Foi isso que disse o profeta Jeremias, séculos antes da implantação da Nova Aliança:

Jr 9:25,26 "Eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que visitarei a todo circuncidado com o incircunciso. Ao Egito, e a Judá, e a Edom, e aos filhos de Amom, e a Moabe, e a todos os que cortam os cantos do seu cabelo, que habitam no deserto; porque todas as nações são incircuncisas, e toda a casa de Israel é incircuncisao de coracao.
 
Porquê o Eterno visitaria (castigaria) as nações?
- Porque todas as nações são incircuncisas.
Porquê o Eterno visitaria a casa de Israel?
Porque, apesar de serem circuncidados, eram incircuncisos de coração, ou seja, desobedientes. Por isso Ele diz:

Jr 31:31-33 "Eis aí vêm dias, diz o SENHOR, em que firmarei nova aliança com a casa de Israel e com a casa de Judá. Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porquanto eles anularam a minha aliança, não obstante eu os haver desposado, diz o SENHOR. Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o SENHOR: Na mente, lhes imprimirei as minhas leis, também no coração lhas inscreverei; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo."
   

Que outra aliança seria senão a guarda dos mandamentos no coração, por amor, e não por mera obrigação? É nítido quando um judeu cumpre determinadas leis por mera obrigação, senão vejamos: quando sabemos que fulano é judeu?
- Quando se casa de kipah sob uma chupah.
- Quando nasce um filho e ele o circuncida ao oitavo dia.
- Quando, aos completar 13 anos, faz seu bar-mitsva.
Mera formalidade, diriam alguns, mas são essas formalidades que "identificam um israelita". Ainda que desobediente à Torah, um judeu faz questão de se identificar nestes momentos. Agora pense:
Se um judeu não praticante, sente-se feliz em praticar tais atos, imagine você, praticante, com o coração circuncidado e as leis gravadas no coração, porquê não o faria?
É até compreensível que alguns, outrora gentios, oriundos de religiões pagãs, tenham certo receio de que se forem circuncidados estariam negando ao Mashiach, anulando o sacrifício, etc... mas, deixando o ranço e bagagem de lado, vejamos:
- O Mashiach é judeu, veio para as ovelhas perdidas da Casa de Israel (Mt 15:24)
- Como ele poderia representar a salvação para os judeus, se Ele e Seus talmidim fossem contra a circuncisão, uma prática instituida não por Moshê, mas pelo Eterno em Avraham, nosso patriarca?
- Por acaso a circuncisão, deixando de ser feita, não deixaria de haver o sinal entre D-us e os descendentes de Avraham?
Rm 3:1,2 - Qual é, pois, a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão? Muita, sob todos os aspectos.
   
Quando Shaul HaShaliach fala das vantagens da circuncisão, SOB TODOS OS ASPECTOS, fica dificil imaginar que ele se tornaria contrário à tal prática, mas em que podemos dizer que ela é boa?
- Ela te identifica como israelita.
Quando alguém te pergunta: você é judeu? Porquê muitos homens titubeiam na hora da resposta? Medo! Porque na verdade a pergunta é: você é circuncidado? Sim, sou! Agora, quem não é circuncidado treme mesmo, pois não tem o sinal de Avraham.
- Ela faz bem para a saúde.
Deixando um pouco de lado a questão religiosa, a circuncisão traz muitos benefícios físicos ao homem, como evitar muitas doenças sexualmente transmissíveis, alguns tipos de câncer, ejaculação precoce, etc... (quer saber mais, consulte o google)
- Ela preserva a aliança do Eterno com Seu povo
Gn 17:14 "O incircunciso, que não for circuncidado na carne do prepúcio, essa vida será eliminada do seu povo; quebrou a minha aliança."
   
- Quem é circuncidado tem em si o cumprimento de um mandamento do Eterno.
 
Em sua defesa, antes de ser morto, Estêvão fala contra os homens incircuncisos de coração e de ouvidos, que o julgavam:
 
At 7: 51 "Homens de dura cerviz e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim, vós sois como vossos pais."
 
Ainda que ninguém fale da "circuncisão de ouvido" ela se refere àqueles que fecham os ouvidos para não compreender o que Ruach HaKodesh nos tem ensinado, assim como o incircunciso de coração, que não tem amor pelas mitsvot do Eterno.

O fato é que uma não exclui a necessidade da outra. Ninguém pode se justificar no fato de ser "circuncidado no prepúcio" assim como aquele que se julga "circuncidado no coração" não pode se dizer completo. Ambas se completam.
 
Continuará...
 
 
 


Nenhum comentário: